O PAPEL DA MARINHA PARA O FUTURO DO PAÍS | CCR - Centro de Convenções Rebouças

O PAPEL DA MARINHA PARA O FUTURO DO PAÍS

A Marinha do Brasil, por meio da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico, realizou nos dias 30 e 31 de outubro o IV Simpósio de Ciência, Tecnologia e Inovação da Marinha. Realizado pela primeira vez no Rebouças, o evento teve como objetivo central a discussão em torno da Tríplice Hélice. Este é o nome dado ao conceito criado pelo pesquisador britânico Henry Etzkovitz, que preconiza a parceria entre governo, empresas e universidades como condição obrigatória para o desenvolvimento tecnológico de um país.

O ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Gilberto Kassab, conduziu a abertura do evento, voltado a representantes de universidades, governo e indústria. O elenco de palestrantes reuniu nomes como Anastácio Katsanos, do Departamento da Indústria de Defesa da FIESP, que debateu as oportunidades econômicas no setor da marinha; e do economista Marcos Cintra, presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), cuja explanação destacou a importância do capital privado para a inovação e a promoção da sustentabilidade.

Em uma das palestras, a Marinha do Brasil fez um balanço do trabalho de exploração realizado com o Vital de Oliveira, navio hidro-oceanográfico de 3,5 mil toneladas adquirido em 2013 e considerado essencial para estudos científicos em áreas oceânicas do Atlântico Sul. O simpósio contou com uma exposição sobre os serviços e materiais produzidos pela Marinha, tais como medicamentos, simuladores e maquetes de submarinos.

55 11 3898-7850

Av. Rebouças, 600 | 05402-000 | São Paulo | SP

Fax: 55 11 3898-7878 | reboucas@hc.fm.usp.br